Ganhe em Dólares Sem Sair de Casa

Share Up To 110 % - 10% Affiliate Program

terça-feira, 26 de maio de 2009

RAIVA - O que você sabe sobre esta doença?

O que é?

A raiva é uma doença que acomete mamíferos, e que pode ser transmitida aos homens, sendo portanto, uma zoonose. É causada por um vírus mortal, tanto para os homens quanto para os animais.

Em alguns países desenvolvidos, a raiva humana está erradicada e a raiva nos animais domésticos está controlada, mas ainda é efetuada vigilância epidemiológica em função dos animais silvestres.

No Brasil, a raiva humana ainda faz vítimas. Mesmo no Estado de São Paulo existem regiões com epizootia (epidemia entre animais), devendo haver, principalmente por parte dos municípios, um melhor desempenho nas atividades de controle da raiva animal.

Descrição:

- é uma zoonose causada por vírus;
- envolve o sistema nervoso central, levando ao óbito após curta evolução da doença;
- todos os animais mamíferos são suscetíveis à doença;
- a imunidade pode ser adquirida através da vacinação.

Modos de transmissão:

A transmissão ocorre quando o vírus da raiva existente na saliva do animal infectado penetra no organismo, através da pele ou mucosas, por mordedura, arranhadura ou lambedura, mesmo não existindo necessariamente agressão.

No Brasil, o principal animal que transmite a raiva ao homem é o cão.

O morcego hematófago é um importante transmissor da raiva, pois pode infectar bovinos, eqüinos e morcegos de outras espécies. Todos estes animais podem transmitir a raiva para o homem.

Forma mais comum de contágio:

- contato com saliva de animais doentes, através de mordeduras, arranhões ou lambeduras em pele lesada ou mucosa.

- Na literatura só há referências de transmissão inter-humana através do transplante de córnea.

- A fonte de infecção é o animal infectado pelo vírus da raiva. Em espaços urbanos, o principal transmissor é o cão, seguido do gato. Em espaços rurais é o morcego.

- Animais silvestres são os reservatórios naturais do vírus, propiciando a contaminação de animais domésticos.

Sinais:

Variam conforme a espécie.

Quando a doença acomete animais carnívoros, com maior freqüência eles se tornam agressivos (raiva furiosa) e, quando ocorre em animais herbívoros, sua manifestação é a de uma paralisia (raiva paralítica).

No entanto, em todos animais costumam ocorrer os seguintes sintomas:

- dificuldade para engolir
- salivação abundante
- mudança de comportamento
- mudança de hábitos alimentares
- mudança de hábitos
- paralisia das patas traseiras

Nos cães, o latido torna-se diferente do normal, parecendo um "uivo rouco", e os morcegos, com a mudança de hábito, podem ser encontrados durante o dia, em hora e locais não habituais.

Evite:

- Tocar em animais estranhos, feridos e doentes.
- Perturbar animais quando estiverem comendo, bebendo ou dormindo.
- Separar animais que estejam brigando.
- Entrar em grutas ou furnas e tocar em qualquer tipo de morcego (vivo ou morto).
- Criar animais silvestres ou tirá-los de seu "habitat" natural.
- Difundir preconceitos ou informações, sem ter certeza da sua veracidade ou sem conhecer a fonte.

O que fazer quando agredido por um animal, mesmo se ele estiver vacinado contra a raiva:

- Lavar imediatamente o ferimento com água e sabão.
- Procurar com urgência o Serviço de Saúde mais próximo.
- Não matar o animal, e sim deixá-lo em observação durante 10 dias, para que se possa identificar qualquer sinal indicativo da raiva.
- O animal deverá receber água e alimentação normalmente, num local seguro, para que não possa fugir ou atacar outras pessoas ou animais.
- Se o animal adoecer, morrer, desaparecer ou mudar de comportamento, voltar imediatamente ao Serviço de Saúde.
- Nunca interromper o tratamento preventivo sem ordens médicas.
- Quando um animal apresentar comportamento diferente, mesmo que ele não tenha agredido ninguém, não o mate e procure o Serviço de Saúde.
Informação do: Instituto Pasteur
Image Hosted by ImageShack.us

6 comentários:

  1. Adorei seu blog, ele contem textos muito interessantes, vou pegar alguns emprestados pra publicar em meu blog também, se não se importar é claro. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi! Vim visitá-la de novo! Bem, aqui na minha cidade, teve um caso há muitos anos, e o menino morreu....e o cachorro também.
    Espero que no futuro essa doença esteja erradicada por aqui també, não é??
    Beijão pra vcs!

    ResponderExcluir
  3. essas imformações mim ajudaram a tirar minhas dúvidas, em relaçao ao meu gato ele sempre foi brincalhão e fugia para rua, e era alegre agora:estar triste, mais comendo bem não brinca mais quando eu dei dipirona na boca dele que derramou no ção ele começou a babar muiiiiiiiiito e ficou se lambendo

    ResponderExcluir
  4. emerson
    gostaria de saber se meu gato esta com raiva ele comecou a salivar e essa saliva tem um cheiro estranho de podre ele recentemente comeu um osso e achei que poderia ser isso estou dando ele um antinflamatorio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Emerson, não saberia te ajudar e te recomendo levar seu gato no veterinário. A raiva mata e é contagiosa, portanto, se vc tem duvida, este gato tem q fcar isolado e examinado imediatamente, do contrario vc e sua familia estão correndo risco de morte.

      Excluir

Eu, a Nina =^..^= e a Miúcha =^..^=
Adoramos sua visita e comentários.
Venha sempre que puder.