Ganhe em Dólares Sem Sair de Casa

Share Up To 110 % - 10% Affiliate Program

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Casa Limpa, Pet Saudável

O asseio do ambiente faz toda a diferença na vida do seu pet. Conheça algumas estratégias eficazes de limpeza que realmente contribuem para a saúde dele e de toda a família

A vacinação anual e os vermífugos a cada quatro meses são cuidados básicos de que todo pet precisa. Essas medidas o protegem contra ameaças depositadas literalmente pelo caminho — nos detritos deixados por outros bichos que passearam pela rua, por exemplo — e que são capazes de transmitir verminoses, dermatites e infecções. Exames de sangue, fezes e urina também devem ser periódicos. “Eles ajudam a detectar bactérias e fungos que aparecem devido ao descuido com a sujeira da casa ou do próprio animal”, alerta o veterinário Celso Martins Pinto, da Universidade Metodista, em São Paulo. Respeitadas essas recomendações, seu bicho só precisa contar com a expertise do dono na hora da limpeza geral. Exemplos:

Faxina na casa
Ela é fundamental para prevenir dermatites, infecções e verminose

Prato e bebedouro – A regra é sempre servir água e comida frescas em tigelas limpas. A cada troca, lave-as com sabão neutro e água corrente para evitar a proliferação de fungos causados pela umidade do alimento.

Limpeza do chão – Deve ser frequente para que micro-organismos não se alastrem, possibilitando uma infecção daquelas – com diarreia e vômito no pacote. Mas atenção: não é recomendável usar qualquer produto de limpeza. Nas pet shops é possível encontrar desinfetantes específicos que previnem alergias nas mucosas e na pele do bicho se ele encostar na solução.

O banheiro animal – As caixas de areia devem ser lavadas e higienizadas no mínimo 1 vez por semana. os dejetos (unina e fezes) retirados 3 a 4 vezes por dia (dependendo do número de gatos que utilizem a mesma caixa). Por último, lembre-se: seu amigo não merece comer perto do local onde faz xixi. Mantenha o banheiro dele bem longe da comida.

Faxina nele

Um minirroteiro para afastar de mau hálito a doenças que levam à surdez

Dentes – Cuidar da saúde bucal do bicho três vezes por semana impede que as doenças periodontais ataquem a boca de seu cão ou gato, causando aquele bafo ou deixando-o banguela. Assim, mantenha a escova de dentes sempre a postos.

Orelhas - seu veterinário pode recomendar produtos específicos para a higiene das orelhas. Esse hábito semanal afasta fungos e infecções que podem levar à surdez.

Pêlo – Escová-lo diariamente dá brilho à pelagem, evita que os fios fiquem espalhados pelo chão e elimina os fios mortos que ainda não caíram e formam aqueles nós responsáveis pela coceira. Aproveite a sessão de beleza e aplique no pescoço e na pele do seu amigo remédios contra pulgas e carrapatos.

A veterinária Fernanda Malatesta, da clínica Pró-Animal, em Santos, no litoral paulista, frisa que a atenção deve ser redobrada no verão, quando esses habitantes se proliferam com maior velocidade.

Publicado por : Revista Saúde
Gravura: Jo Parry
Image Hosted by ImageShack.us

3 comentários:

  1. Belo post. Parabéns. Aqui em casa eu gosto de manter a casa sempre limpinha. Mas tem dias que você está morta de cansada, nem para passar a vassoura. Eu sinto que os gatos só faltam pegar a vassoura para me dar, aí lá vou eu. Mas gosto de limpar a casa e sempre com água sanitária, nada de desinfetante, orinetação veterinária que deu muito certo aqui em casa.

    ResponderExcluir
  2. Adorei as dicas, mas essa coisa de limpar os dentes, só se ficar parte do dedos preso, rs. Brincadeira a parte, essas crianças são exigentes e muito mais asseadas que muitas pessoas então vale a pena contribuir para que a casa esteja de acordo. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ótimas dicas! Obrigado, vou repassá-las a mami.

    ResponderExcluir

Eu, a Nina =^..^= e a Miúcha =^..^=
Adoramos sua visita e comentários.
Venha sempre que puder.