Ganhe em Dólares Sem Sair de Casa

Share Up To 110 % - 10% Affiliate Program

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Castração em Cães e Gatos - Mitos e Verdades

Oi pessoal. Achei esta informação importante e resolvi publica-la.

A castração é um procedimento cirúrgico, realizado em cães e gatos (tanto fêmeas quanto machos) que consiste na remoção permanente dos órgãos responsáveis pela reprodução.

Nas fêmeas são removido útero e ovários e nos machos os testículos.

Alguns proprietários ainda relutam em realizar tal cirurgia, independente dos motivos. Porém, nos dias de hoje sabemos que esse procedimento só tem a trazer benefícios para seu pet.

Se você não pretende colocar sua cadelinha ou gatinha para reprodução, comece a pensar em castrá-la!

Algumas vantagens sobre a castração:

Previne problemas relacionados com o cio, como sangramentos excessivos, corrimentos vaginais, micção repetida, atração de machos que deixam a fêmea excitada.

Reduz o superpopulação canina e felina nas ruas.

Previne piometra (infecção uterina, muito comum nas fêmeas)

Previne gestações não planejadas.

Previne tumores de mama nas fêmeas (fêmeas castradas antes do primeiro cio raramente desenvolvem neoplasia mamária) e de próstata nos machos.

Previne a falsa gestação (Gravidez psicológica)

Diminui o risco de fugas dos animais, o que pode ocasionar acidentes e brigas.

Diminui o hábito dos machos de urinar nos móveis para delimitar território.

Mitos sobre castração:

OBESIDADE: Castração não engorda! O que ocorre é que animais castrados tendem a fazer menos exercício físico e a ingerir mais alimentos, o que deve ser feito então, é proporcionar mais atividades pro seu animal e controlas alimentação.

DEIXAR A FÊMEA TER PELO MENOS UMA CRIA: Isso não irá acrescentar nada à saúde da fêmea, e como já citei anteriormente, quanto antes for realizada a cirurgia, menor a probabilidade de desenvolvimento de tumores mamários.

EXISTE SOFRIMENTO DO ANIMAL: Não. A cirurgia é realizada com anestesia, é um procedimento relativamente rápido e simples e são administrados medicamentos para controlar a dor no pós operatório.
O MACHO PERDE O INTERESSE PELA FÊMEA: Machos castrados tendem a demonstrar menos interesse por fêmeas, principalmente se castrados antes da puberdade, porém se ele entrar em contato com uma fêmea no cio pode até mesmo chegar a cruzar com ela, se que ocorra fecundação.

CASTRAÇÃO É UMA MUTILAÇÃO: Muito pelo contrário, hoje em dia as técnicas operatórias são muito delicadas e só trazem benefícios aos animais.


Coluna da Dra. Ana Carolina Vital
Image Hosted by ImageShack.us

8 comentários:

  1. Eu sou castrado e vivo bem assim, viu? Miau!

    ResponderExcluir
  2. Heel nuttige informatie :)
    Kareltje is gecastreerd !!!
    Och germ hahaha....
    Fijn weekend voor jou (@^.^@)

    ResponderExcluir
  3. Bela matéria! Gostei!
    Bem esclarecedor e direto!

    Abração!
    Lauesg
    www.tudogato.com
    www.desenhosesgalha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Angelique!
    Passando para desejar um ótima semana para vcs!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Foi muito boa a matéria, o Tinho é castrado e vive bem, ainda não consegui castrar a Bebel e a Tiska, mas já está na lista de obrigações!
    Bjs
    Simone

    ResponderExcluir
  6. Princesa Jean, vai completar seis meses em outubro e já está nos planos a castração.
    A idade correta é 6 meses, certo?
    Meus outros gatos eram machos e só castrei com 1 ano.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Peguei a Nikita numa casa cheia de gatos "sianeses" como ela, que estava danada, no cio. Esperei passar, castrei, levei para casa. Tinha pena de castrar o Thiago Cesar, já com 6 anos, mas minha nora castrou o Tom e eu me animei. Thiago agora está com 11, Nikita vai fazer 6, e está todo mundo ótimo aqui em casa. Valeu a pena!

    ResponderExcluir

Eu, a Nina =^..^= e a Miúcha =^..^=
Adoramos sua visita e comentários.
Venha sempre que puder.