Ganhe em Dólares Sem Sair de Casa

Share Up To 110 % - 10% Affiliate Program

domingo, 26 de abril de 2009

Leoa está com Aids Felina

Leoa que está doente veio ao Recife para "namorar" leão do Horto (foto). Mas o encontro foi proibido para evitar a contaminação.



Animal de João Pessoa está em cela especial no Parque de Dois Irmãos e deve retornar, em maio, ao seu zoológico original

Não foi dessa vez que o leão do Parque Dois Irmãos conseguiu uma "namorada". Depois do envenenamento de três animais noticiado pelo Diario ontem, o zoológico terá outra triste perda. Desta vez, quem vai embora é a leoa que veio do zoológico de João Pessoa, em outubro, para se juntar ao macho "pernambucano". Nos exames de rotina realizados em novos moradores, os técnicos do parque descobriram que ela é portadora de Aids felina. Similar ao HIV humano e restrita a gatos domésticos e selvagens, a doença acomete de 2% a 25% dos gatos domésticos e pode ser transmitida por arranhões ou mordidas.

A transferência ao zoológico de origem deverá ocorrer em maio após os trâmites burocráticos com o licenciamento do transporte. Até lá, a leoa permanecerá nos recintos da quarentena, onde está desde que chegou. A intenção da administração do parque era "apresentar" a fêmea ao leão na comemoração dos 70 anos do zoológico, em janeiro. No entanto, o casal ficou impossibilitado pois o macho é um animal sadio. Mas já passou por traumas emocionais. Com nove anos de vida hoje, o leão foi o filhote sobrevivente da tragédia do Circo Vostok, em 2000, em que os animais atacaram um menino de 6 anos e quatro leões foram mortos.

"Nosso leão é conhecido como o mais bonito do país", disse o diretor do parque, Antônio de Pádua, ressaltando as dificuldades de espaço e recursos para realizar a aquisição de novos animais. Ele disse que repassou a informação à equipe do zoológico de João Pessoa e os especialistas de lá constataram a contaminação dos pais da leoa. A doença, como a humana, não tem cura. Neste período, os parques conversaram para buscar a melhor solução, já que a fêmea não poderia retornar para o mesmo recinto dos pais por conta do tempo que permaneceram separados.

"Eles poderiam não se reconhecer e acabar brigando. Então, o parque precisou localizar um outro recinto para a leoa. Isso leva algum tempo", justificou. De acordo com Pádua, o recinto do leão é um dos maiores do paíscom 920 metros quadrados. São mais de 700 a mais do que o mínimo permitido pelo Ibama. "Os outros recintos dos felinos têm apenas um pouco acima do mínimo, mas o do leão é o maior. Queremos deixar o dos outros assim também", ressaltou o diretor, lembrando que o animal, ainda virgem, só precisa de uma namorada para ficar "mais feliz".

Publicado por: Diário de Pernambuco
Data: 26/04/2009
Foto: Inês Campelo/DP/D.A Press
Image Hosted by ImageShack.us

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu, a Nina =^..^= e a Miúcha =^..^=
Adoramos sua visita e comentários.
Venha sempre que puder.