Ganhe em Dólares Sem Sair de Casa

Share Up To 110 % - 10% Affiliate Program

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Os Gatos e o Alzheimer

O estudo identificou uma proteína importante que pode causar deterioração mental semelhante à observada em humanos.
A pesquisa foi realizada por cientistas das Universidades de Edimburgo, na Escócia, e St. Andrew, Bristol e da Califórnia, nos Estados Unidos.
Os resultados foram publicados na Revista de Medicina Felina.

Proteína

Cientistas já sabiam que gatos eram suscetíveis à demência, pois pesquisas anteriores haviam identificado placas grossas e ásperas recobrindo as células cerebrais de animais idosos, à semelhança do que tipicamente acontece com seres humanos.
"Há algum tempo sabíamos que gatos desenvolvem demência, mas esta pesquisa nos mostra que o sistema neural de um gato pode se deteriorar de forma semelhante à observada em humanos que sofrem de Alzheimer", disse Danielle Gun-Moore, pesquisadora da Universidade de Edimburgo.
"As placas ásperas sugeriam que este era o caso – agora temos certeza."
"Esta recém-descoberta proteína é crucial para nosso entendimento do processo de envelhecimento dos gatos", acrescentou.
Os pesquisadores disseram que o fato de felinos terem expectativa de vida menor que humanos vai permiti-los descobrir como o mal se desenvolve.
Especialistas afirmam que uma dieta saudável, estímulos mentais e companheirismo podem reduzir o risco de demência, tanto em humanos quanto em gatos.

Fonte: BBC
Image Hosted by ImageShack.us