Ganhe em Dólares Sem Sair de Casa

Share Up To 110 % - 10% Affiliate Program

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Cem leões morrem anualmente no Quênia; felino pode entrar em extinção

NAIRÓBI — No Quênia, 100 leões, em média, morreram a cada ano desde 2002, informou nesta segunda-feira o Serviço Queniano da Vida Selvagem (KWS), advertindo que estes felinos podem entrar em extinção em duas décadas se nada for feito para reverter a situação.

Os fazendeiros, que matam os leões para evitar ataques aos seus animais, são os maiores responsáveis pela morte dos felinos, afirmou à AFP Paul Udoto, porta-voz da KWS, organização estatal que controla as reservas do país.

A destruição de seu habitat, as doenças e o aumento da população humana também explicam a redução do número de leões de 2.749, há sete anos, para 2.000 atualmente, disse Udoto.

"Temos que adotar medidas para estabilizar este número ou aumentá-lo. Educar as pessoas sobre a importância dos felinos no turismo é uma prioridade nos esforços para salvá-los", afirmou.

Publicado por Reuters Brasil em 18/08/2009
Image Hosted by ImageShack.us

6 comentários:

  1. Angelique
    Tem selinho pra ti lá na salinha de selos...
    Passa lá pra pegar querida!
    Bjus

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Angelique!
    Hoje estamos comemorando 50 seguidores do Blog da Agnes.
    Venha buscar o selinho comemorativo que eu fiz, inspirada em sua idéia!
    http://agnesgatadasorte.blogspot.com/

    Beijokas!! :D

    ResponderExcluir
  3. Tem selinhos pra vcs no meu blog...

    ResponderExcluir
  4. Estou comemorando 50 seguidores do blog, por isso estou oferecendo um selinho comemorativo a todos!!! passa no blog para pegá-lo!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Olá!!!


    tem selinho no meu blog...vai lá pegar o seu!


    beijos!!!

    ResponderExcluir
  6. Bm estes gatos!!!! são muito grandes para meu gosto,mãs são lindos......
    Bom fim de semana.
    ijinho
    Graça

    ResponderExcluir

Eu, a Nina =^..^= e a Miúcha =^..^=
Adoramos sua visita e comentários.
Venha sempre que puder.