Ganhe em Dólares Sem Sair de Casa

Share Up To 110 % - 10% Affiliate Program

quarta-feira, 1 de julho de 2009

DAPP - Dermatite Alergica por Picada de Pulgas

O que é DAPP?

Trata-se de uma reação alérgica que alguns cachorros e gatos apresentam quando picados por pulgas.

Quanto tempo dura?

Com a picada vem a coceira incontrolável que pode durar por vários dias e rapidamente se transformar em ferida.

Quais as características apresentadas pela doença?

A alergia é caracterizada por uma coceira intensa, mordeduras, queda de pêlos, crostas, irritação da pele e um estresse intenso para o animal.

Além disso, a picada de pulga também causa prurido nos seguintes locais do corpo do animal:

Pescoço
Abdômem
Costas
Ao redor do Ânus
Cauda
Coxas

Como ela acontece?

Os animais com esta hipersensibilidade, ao serem picados por apenas uma pulga, começam a desencadear o processo alérgico.

Prevenção

Quando diagnosticada a DAPP, ela deverá ser tratada pelo veterinário e as pulgas devem ser eliminadas e controladas pelo resto da vida, uma vez que qualquer picada pode desencadear a alergia novamente.

Ciclo da Pulga



Esperar prá ver seu cachorro ou gato começar a se coçar pode significar ter uma infestação em casa difícil de resolver. O primeiro passo pra evitar todos esses problemas com pulgas é simples: basta examinar regularmente seu cachorro ou gato pra ver se há algum sinal de pulga.

E como saber com certeza se seu cachorro ou gato está ou não com pulga?

É possível ver pulgas na pele, repartindo-se o pêlo, principalmente próximo à base da cauda. Mas em geral não é fácil encontrá-las. Portanto, a melhor maneira é procurar suas fezes, ou seja, pequenos pontos pretos na pele do animal que são na verdade sangue seco excretado pelas pulgas.

Penteie o pêlo do seu cachorro ou gato sobre um papel ou pano de cor clara e verifique se cai algum ponto preto como descrito acima.
Se você vir algum pontinho preto, coloque-o num pedaço de papel ou pano molhado e veja se ele se dissolve numa mancha de cor vermelha ou marrom. Se isso acontecer, seu cachorro ou gato está com pulga.

Se você não vir nenhum pontinho preto e seu cachorro ou gato ainda estiver se coçando ou perdendo pêlo, consulte seu veterinário.

Como se faz o controle de pulgas?

Se seu cachorro ou gato tem pulga, é importante enfrentar todo o problema enão apenas as pulgas adultas. A melhor estratégia é utilizar um programa de controle integrado de pulgas recomendado pelos médicos veterinários.Para isso, adote a seguinte medida para o controle eficaz desses parasitas:Proteja seu pet e sua casa: trate seu cachorro ou gato com um produto que contenha uma substância que mate as pulgas adultas e que impeça o desenvolvimento de seus ovos e larvas
Em seu ciclo, a pulga assume quatro formas:

Ovo - Apesar de serem depositados na pelagem do hospedeiro (um gato), os ovos não aderem nem à pele nem aos pêlos do gato. Como são escorregadios, eles caem logo no chão, ficando nas frestas do piso, cerdas dos tapetes e carpetes do ambiente. Portanto, podem ser encontrados em qualquer lugar por onde passe um gato infestado por pulgas. Os ovos da pulga adulta se transformam em larvas.

Larva - As larvas de pulgas evitam a luz, se movimentando para baixo. Portanto, ficam bem escondidas num nível mais profundo dos tapetes, frestas e camas dos gatos, assim como os ovos. Ao eclodirem, elas passam por duas mudas (transformações) e depois se transformam em pupas. A larva madura transforma-se em pupa.

Pupa - Pouco falamos nesta forma, mas ela é muito importante! A pupa é uma forma dentro de um casulo capaz de sobreviver no ambiente por mais de 6 meses. Por ser viscoso, o casulo é rapidamente coberto com resíduos do ambiente que servem para camuflá-lo. A pupa também se esconde da luz e na maioria das vezes fica tão escondida que por mais que se limpe a casa ou utilize aspirador de pó, é muito difícil acabar com ela.

Pulga Adulta - A pulga adulta é a que vemos geralmente no gato. Ela também pode estar na casinha, na cama ou na coberta do gato. A pulga põe ovos e se alimenta de sangue, sendo que sua preferência é pelo sangue dos gatos que é mais quente que o do ser humano. Ao contrário das larvas, as pulgas recém-eclodidas se movem em direção à luz, ou seja, para a parte superior dos pêlos dos tapetes e da cama dos animais e ficam à espera de um hospedeiro, por exemplo, um gato. Também podem subir em capas de sofás, pernas de cadeiras, cortinas e outros móveis.

Por que vemos mais pulgas somente numa determinada época do ano?

Condições ideais de temperatura e umidade fazem com que a pupa se transforme em pulga, ou seja, na forma que você vê, que é a pulga adulta. Isso acontece em períodos de calor e umidade! É por isso que notamos a presença de pulgas muito mais no verão! Mas essa á a infestação da forma visível, ou seja, da pulga adulta. Nos outros períodos do ano também ocorre infestação com as outras formas, ou seja, a pupa, a larva e os ovos.

As pulgas podem subir nas pessoas?

Sim. Isso acontece quando o animal/ambiente está muito infestado ou quando o pet sai de casa por um período de tempo. Nesse caso, a pulga, precisando alimentar-se e não tendo a presença do animal, acaba subindo nas pessoas.

Pulga Adulta - Somente 5% do problema são as pulgas adultas que estão no gato e que são visíveis. Elas conseguem pôr de 20 a 50 ovos por dia.

Ovo - 50% do problema são os ovos que são depositados pelas pulgas adultas no gato. Eles logo caem no ambiente e eclodem dentro de 1 a 6 dias, formando as larvas.

Larva - 35% do problema são as larvas que possuem fototropismo negativo e geotropismo positivo, buscando assim lugares profundos e escuros para se protegerem da luz e ressecação. As larvas se transformam em pupas dentro de 7 a 15 dias.

Pupa - 10% do problema são as pupas que se assemelham ao casulo do bicho-da-seda. Como as pupas são pegajosas, partículas do ambiente grudam nelas, o que as torna praticamente impermeáveis e as protegem dos produtos de limpeza e de dedetizações. Além disso, elas podem permanecer no ambiente por até 6 meses, antes de se transformarem em pulgas jovens novamente, o que dificulta bastante seu controle ambiental.

fonte: Merial Brasil

Image Hosted by ImageShack.us

5 comentários:

  1. Vou examinar meus pitchucos agora. Obrigada mais uma vez. Super beijo!

    ResponderExcluir
  2. ola!!
    sou voluntaria do adoteumgatinho e gostaria de te agradecer por divulgar nossa campanha do agasalho.
    seu blog é uma graça e muito informativo pros gateiros!
    Grande beijo- Marisa-AUG

    ResponderExcluir
  3. Nem me lembre dessas pragas, rs. Tivemos uma infestação aqui porque o Miguel veio literalmente da rua e estava perdido em pulgas. Beijos Angelique, lindo dia!

    ResponderExcluir
  4. minha cachorra é fox paulistinha e pegou pulga no dia 16-07-2010 já tratei ela e o local da casa, mais ficaram alguns carocinhos pelo corpo (dermatite)onde vejo que cairam pelos não vissiveis mais eu sei pois, mexo muito com ela, o que devo fazer para esses carocinhos sairem do corpo dela? esta como uma irritação a 8 dias na pele por baixo dos pelos, pois as vezes se corça e quando vejo é o local dos carocinhos que tratamento devo fazer? meu email é anabeatriz.montenegro@gmail.com

    ResponderExcluir
  5. Tenho uma loja que mais praticamente é a minha casa, e adotei um gatinho que estava pela rua toda machucada e já gravida, o veterinário disse que não posso passar produtos antes dela ganhar neném, porém ela está MUITO cheia de pulga, e o pior, como as vezes dormimos na loja, aqui tem de tudo, cobertores, lençóis, roupas, e dou banho sempre com produtos naturais, mas ela escapou para rua novamente e veio pior, estou até assustada, não sei como fazer, pois quando ela ganhar bebês vai piorar, me ajudem, o que devo fazer? renatadrl@hotmail.com

    ResponderExcluir

Eu, a Nina =^..^= e a Miúcha =^..^=
Adoramos sua visita e comentários.
Venha sempre que puder.