Ganhe em Dólares Sem Sair de Casa

Share Up To 110 % - 10% Affiliate Program

quinta-feira, 7 de maio de 2009

SAÚDE: Panleucopenia: perigo para os gatos


Inimiga dos felinos a panleucopenia é uma doença que ataca o sistema imunológico dos gatos, arrasando com a saúde do bichano

Basta o contato com qualquer secreção de um gato infectado fezes, urina, saliva e pronto: a contaminação é praticamente inevitável. A panleucopenia evolui depressa e provoca diversos danos. "Logo o animal fica apático e febril, perde o apetite, vomita e apresenta uma diarréia intensa, que pode durar uns dez dias e causa muita dor abdominal", descreve o veterinário Marcos Eduardo Fernandes, de São Paulo. Mas isso nem é o pior da história. "O vírus da doença, de cara, destrói as células de defesa, abrindo a guarda para o surgimento de todo tipo de infecção", completa.

"Gatos idosos e filhotes nem sempre resistem", lamenta a veterinária Fernanda Fragata, do Hospital Veterinário Sena Madureira, em São Paulo. "As fêmeas gestantes abortam e, em alguns casos, a visão do animal fica comprometida." Apesar de os sinais clínicos serem evidentes todo veterinário experiente, no fundo, sabe quando está diante de um gato com leucopenia , costuma-se pedir um exame de sangue. "É a prova dos nove", compara a veterinária Luciane Martins, da clínica Pet Center Marginal, em São Paulo.

Uma vez confirmada a presença do vírus, não há muito o que fazer contra ele em si nenhum medicamento consegue combatê-lo. "O que indicamos, então, são vitaminas e antibióticos para evitar o ataque de bactérias que se aproveitam da queda de imunidade e procuramos afastar a ameaça de desidratação com soro, já que o gato doente perde muito líquido com os vômitos e o intestino solto", explica Marcos Eduardo Fernandes.

Todo esse quadro triste pode ser evitado com a vacina. É fundamental que o filhote que ainda precisa ser vacinado não ponha as patinhas para fora de casa nem conviva com outros gatos. Muitos menos, é claro, compartilhe com colegas bichanos água, comida, brinquedos ou caixa sanitária. Se a mãe for vacinada, tanto melhor. Ela também transmitirá anticorpos para suas crias, o que ajudará a protegê-las até a imunização.

Publicado na revista: Saúde é Vital
Image Hosted by ImageShack.us

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu, a Nina =^..^= e a Miúcha =^..^=
Adoramos sua visita e comentários.
Venha sempre que puder.