Ganhe em Dólares Sem Sair de Casa

Share Up To 110 % - 10% Affiliate Program

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Cães e gatos também podem ter problemas na tireoide



JULIANA VENTURA
da Revista da Folha

Você acha que apenas humanos sofrem com problemas na tireoide? Pois cães e gatos também podem apresentar males relacionados à glândula responsável pela produção dos hormônios que ativam o metabolismo do corpo.

De acordo com Márcia Jericó, coordenadora do Hospital Veterinário da Universidade Anhembi Morumbi, é mais comum que cães apresentem hipotireoidismo. Já os gatos sofrem mais de hipertireoidismo.

"Nos cachorros, o problema é provocado, normalmente, por doenças autoimunes. O sistema do cão pode identificar a glândula como algo estranho", afirma.

No hipotireoidismo, o mal acomete principalmente cães de médio e grande porte, na faixa dos quatro anos. Mais de 90% da glândula fica comprometida e não produz quantidade suficiente de hormônios.

Sintomas

Os sintomas são muitos e estão basicamente ligados à apatia, à perda de pelos e ao aumento de peso. "Mas não se pode confundir com obesidade canina, que é muito mais comum", diz Márcia. "Eles são cães gordinhos, mas também dormem muito e ficam com a pelagem feia", completa Camila Guernelli, veterinária da clínica do Pet Center Marginal.

Segundo a veterinária, é comum que os cães fiquem com pelo ralo no corpo e no rabo. "Mas atenção. O problema não causa coceira", alerta a especialista. Camila ressalta que, em alguns casos, o animal pode ter problemas neurológicos, convulsões e até infertilidade.

Uma vez diagnosticado o problema --o terceiro no ranking brasileiro de doenças endócrinas em cães--, o animal é tratado com reposição hormonal. "O tratamento é para toda a vida", afirma Márcia.

Gatos

Já nos felinos, o problema é inverso. O mal, provocado por nódulos hipersecretores, causa uma superprodução de hormônios. Assim, o animal fica agitado, além de comer e beber demais e não ganhar peso. "O gato com hipertireoidismo também urina com mais frequência do que o normal", diz a especialista.

Segundo Camila, o comportamento do felino fica estranho, e alguns bichanos podem ficar agressivos. "No entanto, é uma doença relativamente rara no Brasil. Só não se sabe se por falta de casos ou de diagnóstico."

De qualquer maneira, ao perceber os sintomas, é bom correr com o bichano para o veterinário. O tratamento do hipertireodismo, mais comum em gatos com idade avançada, na faixa de 12 anos, pode ser medicamentoso, com remédios que inibem a absorção dos hormônios produzidos pela tireoide, ou cirúrgico. De acordo com Camila, existe uma espécie de radioterapia que combate o mal, mas o procedimento não é realizado no país.

Cuidado com o seu bichinho

O que faz a tireoide?
A glândula produz os hormônios T3 e T4, responsáveis por ativar o metabolismo do corpo.

Cães

O problema mais comum é o hipotireoidismo, em que mais de 90% da glândula fica comprometida e não produz hormônios suficientes. Acontece com mais frequência em cães de médio e grande porte, na faixa dos quatro anos.

Causas: normalmente é provocada por doenças autoimunes, quando o sistema imunológico do cão identifica a tireoide como algo estranho.

Sintomas: apatia sutil, ganho de peso, problemas de pele (seborreias, infecções, perda de pelo), bradicardia, pressão baixa, infertilidade, falhas do cio, abortos e paralisia facial.

Tratamento: reposição de hormônios pelo resto da vida do animal.

Gatos

O hipertireoidismo é mais comum. Acontece com mais frequência em felinos com idade avançada, por volta dos 12 anos.

Causas: é provocada por nódulos hipersecretores. Eles não são tumores, mas podem se tornar. As razões do aparecimento podem estar ligadas a alimentação, viroses, nível de iodo no organismo e doenças autoimunes.

Sintomas: agitação, ingestão exagerada de comida e água e urina frequente.

Tratamento: drogas que inibem a síntese dos hormônios tireoidianos ou cirurgia.
Image Hosted by ImageShack.us

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu, a Nina =^..^= e a Miúcha =^..^=
Adoramos sua visita e comentários.
Venha sempre que puder.