Ganhe em Dólares Sem Sair de Casa

Share Up To 110 % - 10% Affiliate Program

domingo, 5 de abril de 2009

A Linguagem dos Gatos


No seu habitat natural os animais comunicam-se, com sua espécie e espécies diferentes, de várias maneiras:

- Cores
- Demonstrações de ataque e defesa
- Apresentação de unhas, garras, espinhos, cheiros, etc.
- Expressões faciais
- Danças
- Emissão de sons.

Os animais domésticos, como o gato, revelam seus sentimentos e desejos através de gestos, movimentos e emissão de determinados sons.

Quem conhece bem os gatos, certamente consegue compreender sua linguagem sonora ou mímica.

* Face: pode exprimir prazer, dor, medo, aborrecimento, incomodo.

* Orelhas: Normalmente abertas e eretas, quando ficam murchas e encostadas na cabeça é sinal de perigo, é melhor ficar distante.

* Boca: Fechada, é sinal de calma, quando fechada mas dentes à mostra, pode significar ataque ou agressão eminente.

* Riso: Bocejo

* Mostrar os dentes: ameaça

* Cauda: Dá boas indicações do estado de espírito do gato. Normalmente ela é firme e para cima. Abaixo da anca, significa indiferença. Quando está ereta, significa confiança e alegria. Agitada de um lado para o outro é sinal de atenção, aborrecimento ou raiva.

* Pelos eriçados ao longo da linha dorsal e corpo arqueado: Sinais de raiva e em geral vêm reforçar o balanceamento da cauda.

* Esfregar o corpo nas pernas do dono: Afeição

* Sons: Podem emitir uma enorme variedade. Podem ser simples rosnados, miados delicados, grunhidos guturais, chiados, assobios zangados, lamentos e muitos outros.

Os gatos emitem sons para bajular, reclamar, intimidar, conversar, demonstrando quando estão com fome, zangados ou contentes. Há ainda os murmúrios que a gata utiliza para conversar com seus filhotes.

Chamados Felinos

Alguns gatos adultos, particularmente algumas raças como os siameses, são animais muito eloqüentes. Os cientistas identificaram 11 sons diferentes da vocalização dos gatos, mas na verdade deve haver um número infinito de miados felinos, e determinados indivíduos podem personalizar e adaptar os miados padrão.

Ronronar

O ronronar de um gato é produzido pelas suas cordas vocais e pelos músculos de sua laringe. Apesar de o ronronar ser um dos mais familiares dos sons felinos, os experts continuam em dúvida sobre o porque dos gatos emitirem estes sons. A visão atual é que o ronronar está associado ao real ou desejado contato com outros gatos ou pessoas. Os gatos podem começar a ronronar em qualquer uma das seguintes circunstâncias: - Na presença do dono. - A gata mãe enquanto cuida dos filhotes. - Cumprimentando gatos familiares e amigos. - Enquanto esfregam a cabeça e/ou rolam. - Durante o sono. - Em ambientes quentes e familiares. - Quando estiverem em dor extrema.

Miando

O fato de haverem 31 ortografias alternativas desta vocalização, indica não somente as sutis diferenças entre os sons, mas também as várias formas de interpretá-los. Alguns gatos desenvolvem tipos específicos de miados para serem usados em diferentes circunstâncias. Por exemplo, um gato pode usar um determinado miado ao pedir comida e outro tipo quando quer que abram sua porta. Alguns gatos têm um miado "silencioso" quando sua boca faz os gestos, mas não sai nenhum som. Com tantas vocalizações, o propósito disto não é entendido.

Rosnados e Similares

Os gatos produzem uma série de sons associados com atividades sexuais e agressivas. Uma fêmea no cio produz um chamado característico; enquanto competindo, os machos produzem rosnados e miados agressivos. Sibilar (hhhssssss!) é usado como aviso de um ataque iminente.

Os Miados dos Filhotes

Gatos recém-nascidos não estão aptos a emitir todos os tipos de miados que um gato adulto pode: o seu repertório de sons pessoal se desenvolverá quando ele crescer. Os filhotes não podem ouvir logo que nascem, portanto seus primeiros chamados são pré-programados e não precisam ser aprendidos. Um filhote com poucos dias de vida também pode ronronar, e o fará quando sua mãe o estiver lambendo. Os primeiros miados aparecem na fase de desmamar. Aproximadamente neste estágio, o filhote desenvolve os sons agressivos, como rosnar. Os filhotes não costumam sibilar até a idade de cinco semanas.
Image Hosted by ImageShack.us

Um comentário:

Eu, a Nina =^..^= e a Miúcha =^..^=
Adoramos sua visita e comentários.
Venha sempre que puder.